/  

Em Lisboa, uma mulher mantém dois empregos enquanto o seu marido ficou desempregado. Têm uma filha adolescente. Com as dificuldades que se vão acumulando, afastam-se gradualmente uns dos outros, e uma tensão cresce em silêncio e culpa. É um filme em tensão crescente que nunca chega a explodir. "insustentável beleza do silêncio. Toda a urgência tem uma mensagem e Colo é

O Carmo apresenta “Há Cinema!”, sessões de cinema gratuito no Carmo 81. Chegar, sentar e sonhar. De clássicos a raros, do silêncio à palavra, do preto e branco ao Technicolor, as imagens em movimento intemporais vivem-se no Carmo 81. Aqui há filmes, mas sobretudo Há Cinema! Começar o ano novo com um sorriso na cara com “Homens… sem asas” (“The Flying Deuces”, 1939). Olliver Hardy e Stan Laurel (Bucha

O Carmo apresenta “Há Cinema!”, sessões de cinema gratuito no Carmo 81. Chegar, sentar e sonhar. De clássicos a raros, do silêncio à palavra, do preto e branco ao Technicolor, as imagens em movimento intemporais vivem-se no Carmo 81. Aqui há filmes, mas sobretudo Há Cinema! A quinta sessão do “Há Cinema!” é dedicada a um dos grandes nomes da história do cinema

O Carmo apresenta “Há Cinema!”, sessões de cinema gratuito no Carmo 81. Chegar, sentar e sonhar. De clássicos a raros, do silêncio à palavra, do preto e branco ao Technicolor, as imagens em movimento intemporais vivem-se no Carmo 81. Aqui há filmes, mas sobretudo Há Cinema! Depois de “Os Grandes Aldrabões” (1933), os excêntricos e energéticos irmãos Marx mudaram-se da Paramount Pictures para a Metro

O Carmo apresenta “Há Cinema!”, sessões de cinema gratuito no Carmo 81. Chegar, sentar e sonhar. De clássicos a raros, do silêncio à palavra, do preto e branco ao Technicolor, as imagens em movimento intemporais vivem-se no Carmo 81. Aqui há filmes, mas sobretudo Há Cinema! Março é o mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher (8 de março), pelo que a sétima sessão

1 SÉRIE \ 5 CICLOS A Acrítica - Cooperativa Cultural / Carmo’81 propõe um olhar sobre a ambiguidade da solidão. É uma programação que apresenta uma série de perspectivas, em cinco ciclos, focada nos vários custos/benefícios do isolamento humano. Maio abre esta série com a forma artística que melhor nos coloca nos sapatos do outro: o Cinema. Convidámos o Cine Clube

O mais pungente filme feito sobre o pós-guerra. A crise económica e moral na Alemanha em ruínas, através do drama de uma criança que sobrevive por expedientes e pequenos tráficos, sustentando um pai doente e sofrendo na escola a influência de um professor nazi. Muitos viram “Alemanha, Ano Zero” como um filme desesperado, mas Rossellini sempre se opôs a essa

A história de um poeta russo numa viagem profissional e espiritual pela Itália, para aprender sobre um compositor russo que estudou em Bolonha no século XVIII, antes de regressar à Rússia para se suicidar. Sozinho por escolha, o poeta percorre a paisagem italiana, incapaz encontrar o repouso espiritual que procura. Em vez disso, encontra um espírito-gemeo num aldeão louco. O primeiro

Lucky, velho ateu, solitário e rabugento de 90 anos, vive numa pequena cidade do Texas, fiel às suas rotinas e aos seus cigarros. Certo dia, cai na cozinha, e de repente a distinção que sempre fizera entre “estar sozinho” e “sentir-se sozinho” deixa de ser tão clara, e Lucky vê-se confrontado com a morte - não pela primeira vez, mas