Sexta-feira, dia 17 de novembro, 22h.
Entrada 3€

O Carmo 81 recebe uma extensão da MONSTRA – Festival de Animação de Lisboa, através do programa de descentralização, dedicado às curtas-metragens premiadas na MONSTRA 2017. O programa é composto por 12 curtas da 16ª edição, que inclui filmes como: o videoclip do músico Samuel Úria, “É Preciso que Eu Diminua“, de Pedro Serrazina, que venceu o Prémio de Melhor Filme Português – Prémio SPA | Vasco Granja; o filme francês “Periferia”, de David Coquart-Dassault, recebeu o Grande Prémio MONSTRA CURTA; e o filme russo “Amoras”, de Polina Minchenok, que, segundo o júri, “oferece uma narrativa enternecedora, complementada pela riqueza do detalhe, a emoção de mãos dadas com a animação, resultou num trabalho que fica com espectador e o acaricia. A linguagem é universal e fala com adultos e graúdos.”.

Sessão de Curtas Premiadas | Duração: Aprox. 77’

1.Steven Vai ao Parque / Steven Goes to the Park
Claudia Cortés Espejo | Bélgica | 2016 | 6’

Steven está a passar por um período difícil, até que decide enfrentar a fonte dos seus problemas … o seu criador.

Melhor Curta de Estudantes – Júri Junior / Competição de Estudantes

2. Sr. Patola de Pés Azuis / Mr. Blue Footed Booby
Gino Imagino | Equador | 2015 | 2’

Um ser azul em vias de extinção, metade humano e metade pássaro, vai desfrutar de um jantar surreal. Amendoim de Ouro / Competição Cinema Mais Pequeno do Mundo

3. Amoras / Cloudberry
Polina Minchenok | Rússia | 2015 | 8’

Todos os habitantes da aldeia tinham medo do grande lobo cinzento. Apenas uma menina pequena teve coragem para o ajudar e tornou-se sua amiga.

Grande Prémio MONSTRINHA / Competição Monstrinha

4. Circuito de Bicicleta / Tour
Jasmijn Cedee | Bélgica | 2016 | 2’

Uma divertida e algo abstrata animação repleta de energia. Uma dedicatória ao tour de bicicleta, em honra de “’t Kuipke”, uma pista interior de madeira em Ghent, Bélgica.

Melhor Curtíssima / Competição de Curtíssimas

5. Olha Apenas Para Mim / Look at Me Only
Tomoki Misato | Japão | 2016 | 8’

Depois de esquecer o entusiasmo que sentia no início da sua relação com a namorada, bem como os seus encantos, o personagem principal vagueia sozinho a fazer festas ao seu porquinho da Índia. Um dia, conhece uma bela flor.

Melhor Curta de Estudantes / Competição de Estudantes

6. Lugar em Parte Nenhuma / A Place in Nowhere
Bárbara de Oliveira, João Rodrigues | Portugal | 2016 | 6’

Ema, em 1975, estava à espera da chegada do seu primeiro filho, em Angola. No entanto, a sua espera tranquila foi abruptamente interrompida por uma força que a retirou do seu conforto e mudou a sua vida para sempre.

Melhor Curta de Estudantes Portuguesa / Competição de Estudantes

7. Periferia / Peripheria
David Coquart-Dassault | França | 2015 | 12’

Uma viagem ao coração de um grande bairro social abandonado. O filme retrata um ambiente urbano que se torna selvagem: uma Pompeia moderna onde o vento sopra e os cães vagueiam, seguindo os vestígios da vida humana.

Grande Prémio MONSTRA – Curtas / Competição de Curtas

8. Acidentes, Erros e Calamidades / Accidents, Blunders and Calamities
James Cunningham | Nova Zelândia | 2015 | 5’

Esta comédia negra para miúdos e graúdos é um hilariante abecedário da morte e destruição trazido até aos animais pela ignorância humana. 30 animais digitais foram esculpidos de forma meticulosa, para serem assassinados por uma equipa de 44 estudantes da Media Design School.

Menção Honrosa / Competição de Curtas

9. Entre as Ondas Negras / Among the Black Waves
Anna Budanova | Rússia | 2016 | 11’

História baseada numa lenda antiga na qual as almas de humanos que morreram afogados se transformam em focas. Quando um caçador rouba a pele de uma foca, esta não consegue regressar à sua forma animal. Torna-se sua esposa, mas continua a ansiar pelo mar.

Prémio Especial do Júri / Competição de Curtas

10. Escama / Squame
Nicolas Brault | Canadá | 2015 | 4’

Squame explora o envelope sensível do corpo, a pele. As descamações efémeras são animadas, criadas com o auxílio de gesso feito de açúcar, evocam paisagens frágeis num mundo no limiar da abstração. Algures entre artefactos arqueológicos e observações macroscópicas, as frágeis fronteiras destes corpos humanos escapam ao nosso olhar.

Melhor Filme Experimental / Competição de Curtas

11. Blind Vaysha
Theodore Ushev | Canadá | 2016 | 8’

Este filme narra a história de Vaysha, uma jovem com um olho verde e outro castanho. Mas a cor não é a única diferença no seu olhar. Enquanto o seu olho esquerdo vê apenas o passado, o direito vê apenas o futuro. A visão fragmentada de Vaysha impede-a de habitar o presente. Permanece aprisionada entre duas temporalidades inconciliáveis.

Prémio do Público / Competição de Curtas

12. É Preciso que Eu Diminua / It is Necessary That I Diminish
Pedro Serrazina | Portugal | 2016 | 4’

Videoclip do artista português Samuel Úria. As letras recorrem a jogos de palavras para cantar acerca da necessidade de diminuir, de nos livrarmos de bagagem física e emocional.

Melhor Filme Português / Competição Portuguesa – Prémio SPA/Vasco Granja

Entrada 3€