De Carmo a Karma

De Carmo a Karma

O Carmo’81 é a sede da cooperativa Cultural Acrtíca – CRL, espaço requalificado e criado com o intuito de desenvolver e dinamizar o ecossistema cultural de Viseu. A programação regular desde agosto de 2015, em pleno centro histórico da cidade, tem-nos aproximado da crescente indústria da música moderna, sendo que entre a multidisciplinaridade artística que procuramos rabalhar, é na música que funciona o nosso karma.

O que fazemos ao longo do percurso do Carmo ́81 tem consequências e foi até elas que fomos conduzidos como se de Karma se tratasse. Esse Karma é a realização de um evento dedicado em exclusivo à música, a valência com mais impacto na nossa programação regular.

A estratégia é multidisciplinar, mas focada sobre um tema, a música. Com 14 concertos, 1 oficina, 1 debate, 1 fanzine, 1 exposição de fotografia e uma residência artística, o Karma garante a diversidade de linguagens artísticas na sua programação.

Depois de duas edições do festival “Cultura Urbana” e uma do festival “Solos e Solidão”, procuramos agora assumir a identidade que confere ao Carmo ́81 lugar no roteiro de melhores “venues” do país, para isso sugerimos uma programação eclética e abrangente em termos de público.

Pretendemos que este seja o ano 0 do Karma. “Ano 0” é a intenção de que em futuras edições o Karma assuma características de festival de médio formato em espaço outdoor, com calendarização mais compacta com afluência de público superior. Os recursos humanos, parcerias estratégicas locais, patrocinadores, a cidade e cooperantes do Carmo ́81 alimentam esta intenção, e o ano 0 comprovará essa necessidade. A programação foi concebida a pensar no público crescente, que o Carmo ́81 prova regularmente existir em Viseu, sem esquecer a qualidade artística dos intervenientes. Foi concebida a pensar nos artistas locais, onde terão palco para apresentar os seus trabalhos, bem como na descentralização cultural ao convidar a Viseu artistas de reconhecido mérito nacional.